Leia esse texto toda vez que pensar em consumir pornografia

Parece que ficou naturalizado assistir pornografia nos dias de hoje, diversas pessoas afirmam consumir este tipo de conteúdo, como se fosse algo normal.

Cérebro de uma pessoa normal, de alguém que consome droga e de alguém que vê pornografia

Pensando nisso, separamos neste texto alguns pontos que vão mostrar o quão maléfica é a pornografia ao nosso cérebro.

1. A pornografia é neurodegenerativa

Ao assistir pornô, há um bomba de dopamina. A constante descarga desse neurotransmissor causa dessensibilização das células neurais!

Dessa forma, o conteúdo regularmente ofertado não te estimula mais e você procura conteúdos cada vez mais pesados e degradantes.

2. As relações sexuais reais não parecem tão atrativas

Você passa a não sentir tanto prazer no sexo real; a pornografia pode causar disfunção eretil, ejaculação retardada…

Isso se da porque, além das células neurais dessensibilizadas, o sexo pornografico é performático, falso.

3. Naturalização da violência no sexo

Estar em posições não confortáveis, ou até doloridas, excesso de força na hora dos “tapinhas”, violações…

A verdade é que em diversas situações onde mulheres se sentiram violadas no sexo, os homens sequer sabiam que as estavam violando.

4. Depressão, ansiedade e baixa autoestima

Sim, a pornografia pode causar diversos danos emocionais, inclusive dismorfismo corporal, irritabilidade…

Já nas primeiras semanas sem assistir é possível sentir a diferença na disposição!

5. Brain Fog/ Cérebro nublado

É uma condição na qual há falta de foco, memória ruim, fadiga, dificuldade de raciocínio, pensamentos confusos.

6. Naturalização da pedofilia

É comum em sites pornograficos a procura por meninas cada vez mais novas, ou que ajam como.

Categorias como “teens” “barely 18” são as mais procuradas;

Além disso, a categoria “hentai” é a que mais promove isso.

7. Sexualização de situações cotidianas

É comum e muito procurado categorias como “incesto” “pai e filha”…

E há MUITOS relatos de pessoas que, devido ao vício, passaram a sexualizar parentes e afins.

Uma hora isso começa a atrapalhar todas suas relações, familiares ou não, uma vez que você vê conotações sexuais onde não existem.

8. A pornografia age exatamente como uma droga – exemplo da imagem no início deste artigo.

9. Sua performance sexual fica ruim

Como o sexo pornografico não é real, e sim feito para agradar visualmente, aquilo não condiz com a realidade

Inconsciente, devido ao vício, tende-se a tentar reproduzir aquele cenário, que na verdade não proporciona o prazer real.

Não só pro homem que não presta atenção no prazer da parceira, mas também da mulher que não se enxerga como agente ativa da situação.

Além disso, é muito comum a dificuldade de atingir o clímax!

10. Por fim, a indústria pornografica é nojenta

Favorece o tráfico de mulheres e crianças, abusa das atrizes, objetifica pessoas.

Categorias:Análise, TVI NOTÍCIAS, Uncategorized

Marcado como:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s