FRUTO DA IMAGINAÇÃO – Capítulo 04 | Sérgio prepara vingança contra Leonardo

Fruto da Imaginação
4º capitulo

Bernardo demonstra surpresa com a indagação de Maria.

Bernardo: Não estou te entendendo Maria… Que crise? Só acho que está
misturando as coisas. Cuidado que você pode se machucar.
Maria: Que isso Bernardo… só elogiei o cara. Nada além disso.
Bernardo: Tudo bem. Quem sou eu para querer interferir na sua forma de tratar
as pessoas.
Maria: Mas a pergunta que te fiz, você não respondeu.
Bernardo: E o que mudaria, se minha resposta fosse sim?
Maria: Não responda com outra pergunta.
Bernardo: Sim Maria. Eu realmente gosto de você e senti ciúmes de seus
comentários sobre o professor Allan.

Dessa vez quem fica sem reação é a Maria, pois embora desconfiasse não
imaginaria que Bernardo responderia, ainda mais dessa forma.

Maria: Nossa Bernardo, não sei nem o que dizer. Eu não esperava essa sua
resposta. Mas você sabe que entre nós só amizade né? Por que para te ser
sincera, eu gosto do Allan.
Bernardo: Maria eu não estou te pedindo nada. Você me fez uma pergunta e exigiu resposta.
Maria: Pois é… acabei criando uma situação constrangedora.

Bernardo percebe que não tem chances com Maria. E para não ouvir
nada que possa o fazer ficar ainda mais triste, decide mudar de assunto.

Bernardo: Vamos pra sala Maria, já estamos atrasados.
Maria: Vamos.

Os dois saem em direção à sala de aula

Universidade Futuro / Sala do Antônio

Antonio: Acho que vamos levar uns meses até conseguirmos nos adaptar a
algumas coisas por aqui.
Luiza: Certamente meu amor. Quando você assumiu, o semestre já havia
começado então o planejamento para este período já estava concluído.
Antonio: o bom é que até o meio do ano, vou poder observar tudo o que o
pessoal esta colocando em prática para poder aprender e atuar no segundo
semestre.
Luiza: eu vi que aqui tem um número expressivo de bolsistas.
Antonio: sim, sim… teremos que ver isso também. Pra avaliar se vale a pena
manter.
Luiza: Mudando de assunto… quando vamos voltar ao orfanato?
Antonio: Minha princesa, deixa as coisas se ajustarem por aqui e pensamos
nisso.
Luiza: ainda não entendi por que você reluta tanto quando falamos em filhos.
Antonio: Não é isso Luiza… Simplesmente nunca despertou isso em mim. E eu
já te contei a minha história, acho que tenho certo trauma, sabe? Mas por você
eu farei essa adoção, não te disse?
Luiza: Eu sei Antonio, eu te entendo, é por que já estamos há algum tempo na
fila de adoção e se na hora que acontecer você não se decidir, perderemos a
oportunidade.
Antonio: Prometo que não perderemos essa oportunidade meu amor. Terei que
excluir esse medo da minha vida.
(se beijão)

Casa de Rafael e Helena / Sala

Rafael chega em casa depois de um dia cansativo. Porém há algum tempo, não
tem andado animado.

Rafael: Boa noite amor!
Helena: Oi meu gato! Que carinha de desanimo. Ta cansado?
Rafael: é… hoje o dia foi tenso. Trabalhar a tarde e parte da noite ta puxado.
Mas faz parte né?
Helena: Vou esquentar a janta.
Rafael: Não Helena… Não quero jantar não. Vou tomar um banho e deitar.

Helena demonstra preocupação

Helena: Tem certeza? Vai dormir com fome?
Rafael: Não estou com fome. Pode ficar tranqüila.

Rafael levanta e sai sem se despedir .

Helena: No mínimo se estressou no trabalho, mas amanhã converso com ele.

Casa de Rafael e Helena / banheiro

Rafael entra no banheiro e senta no chão, chorando.

Casa de Bernardo / Sala

Desde que ocorreu a confusão entre Sérgio e seus filhos, Regina tem andado
triste. Pois Leonardo tem evitado aparecer em sua casa.

Regina: Tô sentindo falta do Daniel
Sérgio: E por que ele não vem aqui mais? Espero que a culpa não seja minha.
Regina: Com certeza o Leonardo não vai pisar aqui tão cedo.
Sérgio: Olha pode dizer a ele, que não tem problema vim aqui não. Já passou
Regina: Tem certeza Sérgio?
Sérgio: Regina, você é minha esposa e eles são seus filhos. Não foi a primeira
vez que nos desentendemos. E tem mais, quem não gosta de mim são eles.
Regina: É… mas deixa ele quieto. Na hora que ele sentir falta ele aparece.
Sérgio: E você vai ficar ai quietinha e triste pelos cantos. Vamos fazer o
seguinte. Vamos marcar um jantar aqui em casa, em comemoração a entrada do
Bernardo na faculdade. Assim ele não terá motivos para não aparecer. Se ele
questionar que já se passaram meses que o Bernardo entrou na faculdade, você
diz que agora que deu pra preparar esse jantar. Só pra termos um pretexto para
ele aparecer. Ou inventa ou desculpa. Pra mim ele pode aparecer a hora que ele
quiser.

Por essa Regina não esperava. Mas fica muito feliz com a noticia e a autorização de Sérgio.

Regina: Nossa Sérgio, que gesto bonito. Obrigada mesmo, meu amor. Vou falar
com o Bernardo e ele concordando, falo com o Leonardo

Regina sai da sala muito feliz.

Sérgio: Ai ai ai, Leonardo. Vou dar o troco na mesma moeda. Só esperava uma
oportunidade como essa para poder retribuir o carinho.

Dias depois…

Casa de Bernardo / Sala

Desde que foi marcado o jantar de “comemoração” da entrada de Bernardo
na Universidade, Regina esta super empolgada com a possível reconciliação de seu
esposo com seus filhos. Eis que chega o grande dia.

Regina: Tava morrendo de saudades de vocês meninos.
Leonardo: Só vim mesmo por causa do convite ser para comemorar essa
conquista do Bê, mãe.
Regina: Por favor Léo, vamos esquecer pelo menos nessa noite essas coisas.
Daniel: Vó, cadê o tio Bê e o vovô Sérgio?

Bernardo chega na sala.

Bernardo: Pensei que não fossem aparecer.
Leonardo: Mas viemos meu brother! E ai como estão as coisas na faculdade?
Bernardo: Esta indo bem. O bom é que parte da galera é da minha sala em algumas matérias.
Regina: Filhos vamos sentar a mesa. O Sérgio já esta vindo, esta terminando de
tomar banho.
Daniel: Eu estou cheio de fome.

Um clima de paz parece reinar sobre a casa. Todos sentam a mesa. Sérgio
chega. Porém Sérgio e Leonardo só falam o essencial um com o outro.

Daniel: Oi vovô Sérgio!!!
Leonardo: Boa noite.
Sérgio: Antes de jantarmos em comemoração a essa nova fase na vida do
Bernardo, eu gostaria falar com você Leonardo.
Regina: Depois você fala Sérgio. Vamos comer primeiro. A comida vai esfriar e
o Dani esta com fome.

Leonardo percebe que o que Sérgio tem a falar não é nada para selar a paz
entre eles. Pois um tom de frieza, ele sentiu quando Sério começou a falar.

Leonardo: Não mãe! Ele pode falar agora. O Daniel espera.
Sérgio: Leonardo, eu quero que você caia fora agora da minha casa, agora! Por
que senão não vai adiantar você provar que virou homem, pois a casa é a minha.
E eu não te quero nunca mais aqui.

Leonardo levanta da mesa num velocidade como se fosse partir pra cima de
Sérgio. E com isso, Bernardo e Regina se assustam.

FIM DO CAPÍTULO 04 – Continua…

Por Cleiton Barbosa

Realização: Entretenimento TV INFORMA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s