Linha da Vida | Capítulo 1 (Estreia!): “Viver”

PERSONAGENS DESSE CAPÍTULO:

LENA MARIA – GABRIELA DUARTE

CLÁUDIA – HELENA RANALDI

LÍVIA – ALINNE MORAES

JAQUE – MARIETA SEVERO

MARCELO – EDSON CELULARI

DANTE – RAFAEL CARDOSO

LUCIANA – SIMONE GUTÍERREZ

CARMINHA – SOPHIE CHARLOTTE

ALFREDO – MARCELO SERRADO

FADE IN:

CENA 1: IMAGENS DA PRAIA DE COPACABANA

Lena Maria está uma entrevista para um programa sobre sua vida e sua carreira de arquitetura.

LENA MARIA (NARRAÇÃO) – Se eu já pensei em mudar de profissão, cidade ou país? Jamais! Eu na verdade nem nasci aqui, eu nasci em São Paulo durante uma viagem dos meus pais, mas logo que fui liberada da maternidade meus pais me trouxeram para cá. E vou te contar, desde a primeira vez que eu coloquei os pés nessa areia eu nunca mais quis sair desse paraíso!

Dissolve 100%

CENA 2: PRAIA DE COPACABANA – MANHÃ – EXT.

LENA MARIA – Calma gente…essa entrevista está ficando boa? É assim mesmo que eu tenho que fazer?

CLÁUDIA (Diretora do Programa) – Claro, Lena! Continua assim, é….naturalmente sabe…como se nós não estivéssemos aqui!

LENA MARIA – Que bom! Fazem anos que eu não dou uma entrevista! Eu preciso repetir tudo de novo agora?

Cláudia (Diretora do Programa) – Não precisa, estamos gravando tudo direto, sem corte algum, depois a gente edita! Pode continuar de “eu nunca mais quis sair daqui”!

Lena Maria – Entendi! Eu nunca mais quis sair daqui! Sabe quando você sente que esse é o seu lugar? Pois é, foi bem assim! Desde pequena eu sempre amei essa praia, o Rio sempre foi para mim um lugar maravilhoso…ou era…

Dissolve 100%

CENA 3: IMAGENS DA VIOLÊNCIA NAS FAVELAS (LENA CONTINUA NARRANDO)

LENA MARIA (NARRAÇÃO) – O Rio de Janeiro sempre foi desigual…eu sempre morei no Leblon, segura, frequentando uma boa escola…enquanto pessoas à quilômetros da minha casa passam fome, precisam se desviar de balas perdidas, tem que conviver com as drogas rondando a casa…é revoltante!

Dissolve 50%

CENA 4: IMAGENS DE LÍVIA EM SUA REVISTA DE MODA (APENAS NARRADA POR LENA)

LENA MARIA (NARRAÇÃO) – Mas algo que também me revolta são essas pessoas que fazem a maior campanha de igualdade, enquanto no fundo tem os piores sentimentos, os piores preconceitos!

FADE OUT:

FADE IN:

CENA 5: REDAÇÃO DA GLOSS LIFE – MANHÃ – INT.

Nervosa, Lívia “desfila” pela redação de sua revista de moda cobrando a entrega do bloco de artigos da semana de Luciana.

LÍVIA – Luciana Alcântara!

LUCIANA – Sim, senhora!

LÍVIA – Essa é uma das 20 maiores revistas da América Latina, nós não podemos ter funcionárias lentas! Em 30 minutos, quero os 5 artigos desse mês prontos e na mesa da minha sala! Entendido?

LUCIANA – Entendido! Eu só estou finalizando! A senhora sabe, a pressa é inimiga da perfeição…

LÍVIA– Então eu suponho que você tenha sido concebido por meio de uma rapidinha.

(LUCIANA RI CONSTRANGIDA)

LÍVIA – Ora! Cada seu senso de humor?! É ótimo para uma profissional saber deixar todo o seu espírito pessoal do lado de fora do trabalho…nada de humor, de tristeza ou de amor deve entrar na área de trabalho!

Lívia examina o seu relógio do pulso esquerdo.

LÍVIA – Agora seja rápida! Atraso é outra coisa que estraga a carreira de qualquer profissional!

FADE OUT.

FADE IN:

CENA 6: PRAIA DE COPACABANA – MANHÃ – EXT.

Lena avista no mar um Banana Boat.

LENA MARIA – Cláudia, o que você acha da gente gravar algumas imagens no Banana Boat? Eu desde menina sempre adorei brincar com ele!

CLÁUDIA – É uma ótima ideia!

LENA MARIA – Ah, mas você vai ter de vir comigo!

CLÁUDIA– Aí…eu não levo jeito para essas coisas.

(Cláudia ri levemente)

LENA MARIA – E desde quando precisa ter jeito para se divertir? Vem!

(Lena pega no braço de Cláudia e a leva até o Banana Boat)

FADE OUT:

FADE IN:

CENA 7: Carro – Copacabana – Rua – MANHÃ – INT.

CARMINHA – Alfredo, pode parar esse carro!

ALFREDO – A senhora tem certeza?

CARMINHA – Absoluta! É hoje que eu fico famosa!

ALFREDO – Tudo bem…

Alfredo para o carro no meio da rua.

Dissolve 50%

CENA 8: Copacabana – Rua – MANHÃ – EXT.

Carminha sai de dentro do carro e fica parada na sua frente, o que causa um congestionamento.

CARMINHA – Povo do Rio de Janeiro! Prestem atenção! A redação de uma revista famosa vai explodir!

Os motoristas se revoltam e começam a buzinar e reclamar.

MOTORISTA 1 – Sai da frente, sua doida!

CARMINHA – Ah! Doida é a sua mãe!

MOTORISTA 1 – Repete o que você disse da minha mãe! Repete!

ALFREDO – Senhora, não é melhor a gente ir agora?

CARMINHA – Já vamos!

MOTORISTA 2 – Rápido que eu quero passar!

CARMINHA – Vai ter que passar por cima se quiser tão rápido assim!

O motorista avança e quase atropela Carminha, que se joga para trás, derrubando Alfredo que fica sem reação observando a cena.

ALFREDO – Vamos sair daqui senhora, antes que seja atropelada!

CARMINHA – Vamos! Antes que me atropelem… – Estende a mão para ajudar Alfredo a levantar.

Carminha e Alfredo, seu motorista, entram no carro e vão embora.

FADE OUT:

FADE IN:

CENA 9: PRAIA DE COPACABANA – MAR – MANHÃ – EXT.

Lena e Cláudia embarcam em um Banana Boat.

LENA MARIA – Se segura (ri)!

CLÁUDIA – Aaaah! Isso é maravilhoso (RISOS)!

LENA MARIA – Eu sei (RISOS)!

As duas passam cerca de 15 minutos andando de Banana Boat.

CENA 10: PRAIA DE COPACABANA – CALÇADÃO – MANHÃ – EXT.

Lena Maria e Cláudia já acabaram a entrevista, agora elas caminham pelo calçadão enquanto conversam.

Lena Maria – E aí, como ficou a entrevista?

Cláudia – Ficou ótima! Uma das melhores do mês!

Lena Maria – Tem certeza? Olha que eu não quero que ela seja menor que nenhuma outra entrevista (ri)!

Cláudia – Não, pode confiar! Não está menor que nenhuma, acho até que será uma das maiores do programa!

Lena Maria – Ah…que bom! Estou ansiosa pelo resultado final!

Cláudia – Eu também!

LENA MARIA – Agora eu preciso ir, minha filha daqui a 45 minutos sai da escola…e você sabe, o Rio de Janeiro, perigoso do jeito que ele anda (pausa) não dá ‘pra’ bobear!

CLÁUDIA – É verdade! Eu também preciso ir buscar a minha filha logo…em que escola a sua está?

LENA MARIA – Na Jardins de Viver.

CLÁUDIA – Olha! Que coincidência boa…a minha também está matriculada lá…podemos ir juntas…

LENA MARIA – Que ótimo! A gente se encontra lá, deixar carro na rua…hum…perigosíssimo!

(Cláudia e Lena se despedem com um beijo de cada lado da face e entram em seus respectivos carros.)

CENA 11: SALA DE REUNIÕES DA GLOSS LIFE – MANHÃ – INT.

Faltam poucos dias para a Gloss Life completar seus 15 anos. Foi programada uma festa, cujos detalhes serão decididos em reuniões. À mesa estão, Lívia, Jaque, Dante e Marcelo.

LÍVIA – Eu estava pensando em alguns formatos de convites e pedi que a secretária os imprimisse. – COLOCA 3 MODELOS DE CONVITES DIFERENTES SOB A MESA – E aí eu tinha pensado…

JAQUE (INTERROMPENDO) – Calma, querida, você acha que a festa de 15 anos da maior revista de variedades do país deve ter seus convites entregues assim? Como se fosse uma festa de aniversário qualquer?

LÍVIA (CONTENDO O NERVOSISMO) – É mesmo? O que você sugere?

JAQUE – Sugiro que os convites sejam camisas. Só entra na festa quem estivar usando-as! Assim além do mais evitam cópias de convites e também geram marketing gratuito!

DANTE – Você acha que isso vai dar certo?

JAQUE – Mas é claro! Pense, artistas e pessoas influentes estampando a nossa marca! As revistas que cobram esse tipo de festa seriam que quase obrigadas a mostrar nossa marca de graça caso queiram cobrir os bastidores da festa!

MARCELO – Jaque…como sempre, as melhores ideias!

LÍVIA – Sem dúvidas…realmente, ótimas ideias…

JAQUE – Está me elogiando? Será que vai chover? (ri)

LÍVIA – (ri) não, eu não elogio pessoas, elogio ideias, atos, pensamentos…e eu gostei da sua proposta…elogiar pessoas é jogar o tempo no lixo, por que faz você criar expectativas com aquelas pessoas e perder tempo depositando fé nela…e tempo vale ouro…e ouro não se deve cogitar em perder!

DANTE – Bom, vamos voltar ao assunto da festa…

Lívia e Jaque se entreolham, a reunião continua.

FADE OUT:

FADE IN:

CENA 12: RUA NA FRENTE DA ESCOLA – MANHÃ – EXT.

Lena Maria e Cláudia estacionam seus respectivos carros na rua e saem deles, aguardando na calçada em frente ao portão da escola.

CLÁUDIA – Tem que esperar muito ‘pra’ ser mãe, né? 9 meses agora, depois quando cresce precisa esperar para saber onde está, o que está fazendo, com quem está…

LENA MARIA – É…mas é uma espera que vale a pena…

CLÁUDIA – Sem dúvidas…’pra’ mim ser mãe é desse jeito…não me vejo sabe…na adoção que você já recebe a criança sem ser sua…’pra’ mim filho tem que sair do nosso corpo e ser do homem que a gente ama!

LENA MARIA – A minha filha é adotada.

 

Ficamos por aqui com o capítulo de estreia. Muito obrigado aos que acompanharam.

2 respostas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s